segunda-feira, janeiro 15, 2007

Para que pensem que possa de alguma maneira estar morto... embora desaparecido

Sinto a necessidade de escrever... nem sei bem o quê, mas algo me assola há uns tempos, algo mais forte que a minha dramática falta de tempo, talvez o facto de ser um ser pensante e gostar de alguma maneira de exteriorizar por escrito para lá do verbal... o tema hummm “a pêra”...
Num mundo de tecnologia existe muito mais para lá dos gestos, das palavras, e das acções – os sentimentos.
Lanço o desafio... gostava que verbalizassem por escrito um sentimento mundano... ao bom estilo da "CIDADE DOS ANJOS"... já que estou "MORTO"... nem sei sequer ao que sabe o vento no rosto... imaginem que não tenho qualquer tipo de sensação, qualquer tipo de emoção, qualquer tipo de seja o que for... quem me faz sentir alguma coisa?
Em vez de falar de um pedaço de mim... gostava que criassem um pedaço em mim...

P.S. – Um óptimo, perfeito, tranquilo, e em estrangeirismo WICKED ANO DE 2007

1 comentário:

Å®t_Øf_£övë disse...

Zag,

Confesso-te que com tão prolongada ausência cheguei a pensar que estarias mesmo morto :)

Vou aceitar o teu desafio, e vou procurar criar "Um Pedaço de Ti"...

Como te definir???

Bem... és uma função sinusoidal de sentimentos, em que a amplitude e frequência são definidas pela função da tua personalidade, que recebe como argumentos os estímulos desse pseudo-mundo-real em que vives!!!

Entendeste???
Eu também não... mas vou procurar trocar por "miúdos"...

Quanto mais te leio, menos sei quem tu és, e menos te entendo. Admito que és uma pessoa bem resolvida (seja lá o que isso for), autêntica, e que por vezes és capaz de ter momentos de estabilidade emocional. És também uma pessoa contraditória, sólida, mas que vives muitas crises emocionais. Inúmeras vezes sinto-te como um verdadeiro companheiro.

Será que este "Pedaço de Ti" corresponde em alguma coisa aquilo que "Tu vês de Ti"???

Dúvido...

Abraço.