quarta-feira, novembro 23, 2005

Amigos para a vida!

Muitos anos depois…
Alguns cabelos brancos (nem todos têm, ou pelo menos nalguns não se nota), muitas experiências para contar… solteiros, casados, divorciados… filhos e sobrinhos… aqui, ali, acolá… vidas que num estalar de dedos se voltam a cruzar…
Histórias contadas à pressa numa noite inteira… olhitos a piscar e espirros pelo meio… gargalhadas, muitas gargalhadas e muitos abraços… muitas, e belíssimas recordações… e fotografias…

Muitos anos depois…
Todos diferentes mas todos iguais, uns mais iguais que outros, mas todos iguais…

Há amigos… de um ano ou uma época, de infância, da adolescência, depois há aqueles que escolhemos já quando adultos… mas há aqueles amigos de uma vida inteira. Podemos passar anos e anos e anos sem saber nada deles, sem nos cruzarmos, mas quando nos voltamos a encontrar, é como se tivéssemos retomado do ponto em que ficámos. As mesmas gargalhadas, os mesmos tiques, até as asneiras que dizemos têm a mesma entoação. Vem tudo à memória, tudo o que estava arrumado num baú cheio de pó, torna-se vivo outra vez e pronto para usar e abusar.

Há realmente os amigos de toda a vida, que cresceram, tornaram-se homens e mulheres com experiências, mais ou menos felizes em cada caminho que vão seguindo.

Muitos anos depois…
Temos tanto, tanto para aprender uns com os outros e tanto, tanto para ensinar uns aos outros…
Temos uma vida inteira pela frente!

5 comentários:

Junior disse...

Concordo plenamente contigo, quando dizes que temos mt para aprender como para dar aos outros, mas a minha experiencia de vida ensinou-me que os verdadeiros amigos são aqueles que crescem connosco que passam as horas boas e as más sp ao nosso lado, e em que o facto de por vezes não nos falarmos constantemente não abala a nossa amizade. Os amigos que vamos tendo, ou colegas que achamos que são amigos, ás vezes tb o são por uma questão de conveniencia,pq o ser humano tem a mania de que lá por estar um tempo a mais com outra pessoa pensa ou pensamos que já somos amigos, o que de facto não é verdade. Eu preservo as minhas amizades como se de joias raras se tratassem,e jamais dispensaria um que fosse, pq eu sei quem são os meus verdadeiros amigos!!!!

Porquê? disse...

Lindo texto!
e é mesmo assim, os verdadeiros amigos ficam para o resto da vida, mesmo que, por circunstâncias que nos são alheias, nos tenhamos que separar fisicamente deles.
Tenho alguns grandes amigos a viver longe mas é a eles que recorro sempre que preciso de um conselho ou de ombro para chorar...
Dedico-me 100% às minhas amizades, só assim sou feliz!

Elsa disse...

E é tão bom quando sinto que eu poderia ter escrito esse texto que 'tá lindo...
:-)
Tu sabes porque o digo ;-)
E até em negativo se notam os sorrisos verdadeiros desta foto!!
E que a amizade perdure para sempre...
Beijos e abraços apertadíssimos

Dulcineia disse...

Amigos para a vida.Existem,graças a Deus.Passam gerações e o carinho fica ainda mais forte.Tenho pelo menos um exemplo desses.VERDADEIRO.O João e a Mariette,tém mais de 60 anos.Eram AMIGOS dos meus pais e ainda são meus AMIGOS.Este casal andou comigo ao colo e ajudou-me a tirar os coeiros,hoje gabam-se de poder brincar com os meus filhos.Só é pena estarmos tão longe da vista.Graças a Deus estamos JUNTOS no CORAÇÃO.Gostei do teu testemunho GILDA.

Å®t_Øf_£övë disse...

Gilda,
Amigos não tenho muitos, é um facto.Mas os que tenho, sei que são reais. Meus, de verdade.
Amigos que eu vejo todos os dias. Amigos que eu vejo esporadicamente. Amigos que eu nunca vejo, devido à distância. Amigos, que nem sempre me dizem coisas bonitas, que se zangam quando discordam de mim, que me defendem quando sou atacado. Amigos, que são os irmãos que eu escolhi, aqueles com quem posso contar. Seja para tomar um copo, ou para uma conversa.
Sem eles, eu seria menos... menos feliz... menos inteligente... menos amoroso... menos vivo...
Felicidade de quem os tem.
Cada um tem o seu lugar, o seu espaço. Eu posso considerar-me uma pessoa de sorte. Não pela quantidade de amigos que tenho, mas sim, pela qualidade de cada um deles.
Vejo que tu também te podes considerar uma mulher de sorte. Fico feliz por isso.
Beijinhos.