quinta-feira, março 02, 2006

Pedaços... de amor


Abraças-me...
Enquanto as minhas mãos percorrem teu corpo
E acariciam cada músculo... cada pedaço da tua pele...

Beijas-me...
Quando os meus lábios começam a tremer
E o meu olhar fica fremente...
Sob o toque irresístivel das tuas mãos...

Tocas-me...
Enquanto eu te beijo cheia de desejo
E exploro ávida...
Com a lingua o teu corpo...

Derrubas-me...
No chão...
Quando teu corpo pede o meu
Enquanto o suor do amor nos funde...

Penetras-me...
Quando o incontornável desejo te faz dizer...
"SIM"...
E o prazer nos invade e enlouquece...

Amas-me...
Amo-te...
São pedaços... nossos...
Do nosso amor...

3 comentários:

Porquê? disse...

Querida Visible,
é lindo este teu hino ao amor!
Continuas inspirada e a deixar-te levar por esse mistério maravilhoso....
Parabéns, continua a escrever!
Beijinhos

Å®t_Øf_£övë disse...

Visible,
Pelas tuas palavras é facil perceber que respiras amor. Tu vives com todo o amor, e com todo o teu amor és capaz de amar... e muito.
Amas quando choras, amas quando te ris, amas na dor, amas nas alegrias, amas no silêncio, amas a falar, amas a escrever, amas em tudo...
Beijinhos.

Lis57 disse...

Este teu poema é um verdadeiro hino ao amor.
Espero que continues a amar assim por uma vida inteira.

É muito nobre amar-se assim, pois há pessoas para quem o amor é «just a word».

Boa semana