domingo, setembro 24, 2006

"Chuva"

Para celebrar, tardiamente, o nosso aniversário convido-vos a ouvirem este pedaço da Mariza! Escutei-o pela primeira vez há dias e fiquei encantada!


As coisas vulgares que há na vida não deixam Saudade
Só as lembranças que doem ou fazem sorrir
Há gente que fica na história da história da gente
E outras de quem nem o nome lembramos ouvir

São emoções que dão vida à saudade que trago
Aquelas que tive contigo e acabei por perder

Há dias que marcam a alma e a vida da gente
E aquele em que tu me deixaste não posso esquecer

A chuva molhava-me o rosto gelado e cansado
As ruas que a cidade tinha já eu percorrera
Eu choro-te moça perdida gritava a cidade
Que o fogo do amor sobre a chuva há instantes morrera

A chuva ouviu e calou meu segredo à cidade
E eis que ela bate no rio trazendo a saudade

5 comentários:

Lis57 disse...

Maravilhosa esta musica da Mariza.
Parabéns pela grande escolha que fizeste e mos proporcionaste.

Um beijo
Boa semana

Å®t_Øf_£övë disse...

Porquê?,
Ainda bem que voltaste ao pedaço do "Pedaços" para postares. O teu contributo por aqui é fundamental, principalmente quando nos sugeres ouvir uma música como esta. É realmente linda. Como deves ter percebido, não demorei a colocá-la a tocar. Assim é mais uma a pertencer ao que já podemos chamar da "Banda sonora do Pedaços de Nós".
A verdade é que as lembranças, deixam sempre saudades... saudades de reviver cada momento, de sentir as mesmas emoções, mesmo que tudo se tenha passado há muito tempo. Saudade é fazer todo o esforço para esquecer, mas perceber que as lembranças ainda estão bem vivas em nós. Saudade é ter a impressão de que nada aconteceu, de que ninguém que nos é querido morreu ou partiu, e que a qualquer momento, não importa se aqui ou noutra vida, retomaremos o trajecto interrompido pelo inesperado...

Beijinhos

Dulcineia disse...

Chuva é uma daquelas canções que nos fazem chorar...seja de saudade..de lembranças...boas ou más...passos marcantes dos nossos dias andados.Memorável a letra da canção e a interpretação da "nossa"Mariza.

Litinha disse...

Porquê?,
Parece que adivinhavas o meu estado d’alma…
Para além de ser o fado que mais gosto de Mariza, neste momento da minha vida cada palavra, cada frase, cada acorde, todo o conjunto da melodia, se coaduna e molda ao meu sentir…
E que bom é ouvir, aqui no “Pedaços”, uma sonoridade tão distinta e tão portuguesa!
Um beijo pela magnífica escolha.

Porquê? disse...

meus queridos,
fiquei feliz por perceber que vos toquei com esta beleza!
é um fado lindo pois a saudade nem sempre é triste, é um feliz recordar de emoções e sensações que marcaram para sempre determinados momentos das nossas vidas! é o não deixar morrer a memória de quem se cruzou nos nossos caminhos e que apesar de terem seguido direcções diferentes deixaram as suas marcas para todo o sempre....
Obrigada Art por nos proporcionares a escuta desta beleza. Realmente acho que podíamos fazer uma banda sonora para o nosso "Pedaços", tipo concurso entre nós para ver quem consegue surpreender com a melhor canção....
Beijinhos a todos
fiquem bem!