domingo, dezembro 16, 2007

O Natal bate

Uma indecência! Estamos à porta do Natal e ainda não houve uma peça neste puzzle sobre isso... está mal! Abro as hostilidades.

Natal implica sempre prendas (não gosto da palavra presentes...). E quanto mais perto estamos da data, maior é a correria e menor é a escolha nas lojas. Por isso, desde o início de Dezembro que começo a pensar naquilo que vou oferecer (cada vez a menos pessoas...), e vou comprando. Este ano até começei a comprar uma prenda de Natal em Setembro!

Ao falar com várias pessoas sobre prendas, todas referem que gostam de dar coisas que tenham utilidade. Não rebato a ideia, mas se é uma prenda numa época assim especial tem de surpreender. E isso, quase sempre, implica inutilidade. Senão bastava oferecer um vale de supermercado.

A surpresa, o sorriso, vem do facto de a prenda ser inesperada, desconcertante. De ser uma surpresa! E isso também significa conhecer bem a quem se dá a prenda.

Pronto, talvez seja uma parvoice minha...
Se gostam tanto de utilidades... ofereçam-me um carrito, sff.

(se alguém souber como, vinha a calhar a canção "Santa Claus is coming to town"...)

11 comentários:

Å®t Øf £övë disse...

Orlando,
Tens toda a razão. Também acho uma indecência ainda ninguém ter dado um sinal natalício neste espaço. Fizeste bem em abrir as hostilidades. A verdade é que o espírito natalício já se perdeu, e apenas ficou o espírito consumista.
Quanto ao teu carrito, podes ficar sossegadito, porque já pus o meu Pai Natal a correr (como podes ver aqui na barra lateral), para me "arranjar" a prenda que eu lhe pedi, e podes ter a certeza que se ele me oferecer o que lhe pedi, eu não terei o mínimo problema em satisfazer esse teu desejo. Acredita que o que eu lhe pedi não foi um presente, mas sim uma bela prenda.

:)

Abraço.

PS:. Como podes ouvir, apressei-me em satisfazer o teu pedido musical, que fica muito bem nesta época natalícia. Toma-a como um presente, já que a prenda não sei se te poderei dar...

Ana disse...

Orlando,

Olhando para o comentário do Art, acho que posso concluir que andamos todos a pedir o mesmo ao Pai Natal! Com sorte... ainda ganhas uma colecção de carritos!

Concordo contigo quando dizes que a prenda deve ser inesperada e desconcertante... por isso é que não me canso de dizer que o meu Natal, este ano, veio muito mais cedo.

Ana disse...

E já agora... um Bom Natal!

Beijinhos

Å®t Øf £övë disse...

Ana,
Se ao Pai Natal lhe dá para satisfazer o pedido de todos nós, acho que acaba por criar um mundo de excêntricos.
Anda tudo a pedir o mesmo... que falta de imaginação!!!

:)

Beijinhos.

Orlando Nascimento disse...

Problemático seria arranjar uns "Jarbas" para ligar a água... lol
Abraço ao Art e bjo para a Ana

Orlando Nascimento disse...

Ana,

tentei ver o teu "Cantinho..." e não consigo... :( Tou triste!...

Litinha disse...

Orlando,
Em tudo, alguém tem que ser o primeiro, não é? :) Para além de que nós, aqui no Pedaços, somos muito corteses: o anfitrião é muito gentil, permite a livre circulação e expressão dos convidados, sempre atencioso e com toda a atenção, não nos deixando faltar nada!... :) Nós os veteranos, damos a primazia aos novatos!... Concluindo, tudo está na sua ordem natural de acontecimentos!... :)
E como de época natalícia se trata, tu, Orlando, trouxeste a simbólica Árvore de Natal, o Art trouxe o nosso habitual e prezado Pai Natal... e olha, eu opto pelo Presépio, porque não poderia faltar e nem só de presentes e prendas se conjuga o verbo "natalar"!...
Para além da simbologia religiosa trago, também, votos de um Feliz Natal a todos os membros desta família bem como a todos quantos passam por este espaço e nos dedicam um pouco do seu tempo.
Que a Paz invada o coração do Homem!
Beijinhos a todos.

Alx disse...

Bem, o Orlando abriu as hostilidades e com alguma razão. Fora isso tudo se compôs, o Art deixou-nos um Pai Natal que anda em "bicos de pés" qual bailarina...:)) e o Orlando uma belissíma árvore de natal. Tudo conjugado com as palavras que cada um vai deixando, presumo que as hostilidades se tenham transformado em espírito natalício. ;)

Para cada um de vós que aqui deixa a sua "marca" uma óptima quadra com tudo de bom!

PS: Visto que me parece que andamos todos a fazer o mesmo pedido ao Pai Natal, reparem se ele resolve fazer a distribuição equitativamente... o que era um grande bolo passa a ser um bem fatiadinho... nem pró carrito do Orlando vai dar!! :)))

Beijoca para todos.

Alexandra

foryou disse...

Ora aqui está alguém com quem concordo plenamente! É como aquelas pessoas que dão dinheiro... detesto que me façam isso (mesmo que o dinheiro dê sempre jeito) não tem a menor piada, soa a obrigação e falta de interesse e acaba por se gastar, se calhar no supermercado e... nada ficou.

O carrito não sei se o Pai Natal vai nessa, eu deixo-te um beijo que (sorry) é tudo o que tenho de momento, para dar a muita gente. Serve?

Orlando Nascimento disse...

A todos os "puzzles" do Pedaços.... um FELIZ NATAL e um ÓPTIMO 2008!
A ver se nos conhecemos, hein?
Bjos e abraços!!

Å®t Øf £övë disse...

Amigos,
Este Natal vou montar uma árvore dentro do meu coração, e nela vou pendurar, em vez de bolas, os nomes de cada um de vocês que fazem parte desta "família", em que partilhamos horas difíceis, e horas alegres: Os mais antigos, e os mais recentes... os de longe, e os de perto... os que vejo regularmente, e os com quem nunca me encontrei... os que são mais assíduos, e os que participam menos vezes... mas especialmente, e como estrela no topo da árvore, vou colocar o nome de quem já partiu e deixou muita saudade...
Esta nossa árvore tem raízes muito profundas, e ramos muito extensos para que os nossos nomes não sejam arrancados com facilidade, e para que seja possível continuarmos a conviver por aqui de forma agradável, e amistosa, e para que este espaço continue a ser um local onde seja possível repousarmos por momentos, das lutas da vida que cada um trava no seu dia-a-dia.
Os meus votos são para que por aqui seja Natal todos os dias do Novo Ano, e para que todos vocês passem uma noite de Natal muito feliz, junto daqueles que mais amam.
Beijinhos e abraços.