quarta-feira, janeiro 18, 2006

Quem seria eu...

Eu já não me lembro
De como eu era antes de te conhecer
Parece que antes de ti não existia...
Não me recordo de nada do que eu passei antes ti,
porque antes de ti não vivi...

Quem seria eu
Sem o teu olhar
Quem seria eu
Sem te poder beijar
Não seria ninguém
Se não fosses tu...
Quem seria eu
Sem o teu amor
Sem ti o meu mundo não tinha cor
Diz-me quem seria eu
Se não fosses tu...

Tu sabes bem
Agora que não estás aqui
Que falta uma parte de mim
Não consigo respirar
E quando me vou deitar
Não consigo dormir
E tento imaginar
Se pensas em mim...

Posso imaginar
E ver-te sem tocar
Eu não sou ninguém
Se não estou contigo...

Sei aonde estás
E sei que fazes parte de mim
E tudo o que eu sou devo-te a ti
Nunca imaginei
Que iria sentir-me assim
Sinto falta de ti...

Quem seria eu???
Não seria ninguém
Se não fosses tu!!!!

5 comentários:

Porquê? disse...

Júnior,
o único comentário que consigo fazer a este post é tão somente "sem comentários"!!! tiraste-me as palavras do coração!
A paixão é mesmo o que tu acabas de descrever...
Parabéns! continua inspirada!!!

Junior disse...

Obg, porquê? pelas tuas simpáticas palavras...A paixão e o amor são sem sombra de dúvidas das mais belas fontes de inspiração...bjocas

Å®t_Øf_£övë disse...

Junior,
Pelas brilhantes palavras, e pelo abrir do teu coração que aqui partilhas connosco, só te posso dizer que me parece que te perdeste, e que na vida sobrevives sem saber se ainda acreditas no amor.
Ainda acreditas???
Gostei muito deste teu "pedaço" que nos deixaste aqui.
Beijinhos.

Junior disse...

Art,
è dificil responder á tua pergunta, pois o amor a mim aparece-me com diferentes significados e diversas formas. Não é fácil definir o amor e acho que díficil também o é saber se acreditamos sempre nele ou não...

Bjos

Nefertiti disse...

Junior,
Já li o teu texto, o teu momento, o teu sentir expresso em palavras vezes sem conta.
Bonito, muito bonito!
Tão belo, quanto sentido!
Queria conseguir dizer-te algo que desse algum alento à tua dor, mas não sou capaz perante o sofrimento percebível nas tuas palavras.
Apenas te digo que apesar de te sentires, neste momento, incapaz de te dissociares desse amor, tu vais conseguir.
Vais compreender que és um ser único, foste antes e durante, e serás!
Apenas te moldaste a um relacionamento.
O primeiro passo estás a dá-lo agora, estás a olhar para ti, observas-te, questionas-te, resumindo: estás a pensar em ti e por ti!
Não me parece que te perdeste, parece-me que agora estás a começar a encontrar-te!
Desejo que te encontres, que te apaixones por ti, que te dês valor, porque o tens!
Só precisas acreditar em ti.
Mil beijinhos, recebe-os vindos do fundo do meu coração.
Entristece-me ver alguém sofrer perto de mim.