sexta-feira, outubro 14, 2005

Amor e Paixão

Para reflectirem ....

É muito importante não se confundir o amor com a paixão dos primeiros momentos, que pode desaparecer. O verdadeiro carinho cresce na medida em que os dois estão mais unidos, porque partilham mais. Mas para partilhar é preciso dar. Dar é a chave do amor. Amor significa sempre entrega, dar-se ao outro. Só pelo sacrifício se conserva o amor mútuo, porque é preciso aprender a passar por cima dos defeitos, a perdoar uma e outra vez, a não devolver mal por mal, a não dar importância a uma frase desagradável, etc.
Por isso o amor também significa exceder-se, fazer mais do que é devido.

5 comentários:

Lis57 disse...

Tens toda a razão.Há uma grande diferença entre amor e paixão.
Eu prefiro o Amor, pois a paixão é um afecto intenso mas que desaparece rápido.
O Amor, esse pode durar uma vida.

Beijos
Bom fim desemana

Å®t_Øf_£övë disse...

Carlinha,
O que eu penso sobre o amor e a paixão, é que são de facto dois sentimentos diferente. Apesar da paixão ser um sentimento inferior ao amor, a sua força e a sua energia são os grandes responsáveis por nos movermos além de nossos limites, por avançarmos sobre os desafios e obstáculos. Quando estamos apaixonados fazemos coisas que a própria razão duvida. A paixão tem a ver com a realização pessoal. Nós imaginámos que alguém representa a materialização dos nossos sonhos e anseios mais íntimos, e transformámos a conquista dessa pessoa numa obsessão. Não é à toa que dizemos que quando estamos apaixonados vamos mais longe, e alcançámos mais. O perigo é a cegueira que a paixão nos trás. Por isso, a paixão é fundamental no início da conquista. Mas, para manter as nossas conquistas, nós precisámos evoluir os nossos sentimentos para o amor. A paixão leva-nos à conquista mas não a mantem. O amor sim. A paixão é efêmera, impulsiva, e obsessiva. Já o amor é prudente, constante, perseverante, compreensivo, e altruísta. Portanto para conquistar temos que nos apaixonar, e para manter as nossas conquistas temos que amar.
Bom fds.
Beijos.

Alma Azul disse...

Confundir? Não! claro que não...
Só quem nunca amou pode cair nesse erro. Não tem comparação!... ambos os sentimentos são óptimos, mas bem diferentes.
Quando se ama nada do que se faz é "mais do que é devido"...
Faz-se porque se ama...
bjs

Porquê? disse...

Carlinha,
concordo, amor e paixão são dois sentimentos diferentes. São muito bons os primeiros momentos de paixão, aventura, loucura, cegueira, enfim...
mas depois... fica o amor, a entrega, o dar sem nada esperar, o perdoar, etc, etc....
Beijos

Visible Silence disse...

Querida Carlinha,
São de facto dois sentimentos diferentes... como tão bem o Art os define...
Mas são dois sentimentos que se complementam... como diz o Art "Portanto para conquistar temos que nos apaixonar, e para manter as nossas conquistas temos que amar."
Ele é um entendido...!!! :):)
Mas eu acredito que é possível amar com paixão... sentirmos o fogo, excedermos os nossos limites para ultrapassar todos os desafios e obstáculos, sermos "loucos"... na procura da felicidade da pessoa que amamos e que nos ama... sem cegueira... mas com respeito, confiança, compreensão e principalmente muita amizade...
É dificil... mas não é impossível...